Publicado por: STRØNGM@N | 27 abril, 2009

IBM cria software de Inteligência Artificial para enfrentar humanos em programa de TV

John Markoff

O programa de perguntas e respostas na televisão Jeopardy! encontrou muito sucesso, e agora se tornou o mais novo desafio do setor de inteligência artificial. A IBM anuncia que está nos estágios finais de trabalho para o desenvolvimento de um software para enfrentar os concorrentes humanos no Jeopardy!. Caso o programa seja capaz de vencer os seres humanos, o ramo da inteligência artificial terá conquistado um grande salto à frente.

Os cientistas da IBM no passado desenvolveram um programa de xadrez, executado por um supercomputador conhecido como “Deep Blue”. O programa conseguiu superar o então campeão mundial de xadrez Garry Kasparov em um controvertido torneio, em 1997. (Kasparov considerou que o resultado havia sido desleal e, em uma disputa posterior contra nova versão do programa, garantiu um empate.)

Mas o xadrez é um jogo de limites, com peças cujos poderes estão claramente delimitados. Já Jeopardy! requer um programa com a agilidade necessária para ponderar uma gama quase infinita de relações e para realizar sutis comparações e interpretações. O software precisa interagir com seres humanos nos termos destes, e fazê-lo rapidamente.

De fato, os criadores do sistema ¿ ao qual a empresa deu o nome “Watson”, em referência a Thomas Watson, o fundador da IBM – afirmaram que ainda não confiavam plenamente em que seu sistema conseguisse concorrer com sucesso no programa de televisão, cujos campeões costumam acertar as respostas em média 85% das vezes.

“O grande objetivo é levar os computadores a ganharem a capacidade de conversar em termos humanos”, disse o líder da equipe, David Ferrucci, um pesquisador de inteligência artificial da IBM. “E ainda não chegamos lá”.

A equipe não está planejando desenvolver uma máquina dotada de capacidade verdadeira de pensar, mas sim uma nova classe de software capaz de “compreender” questões humanas e de responder a elas corretamente. Um programa como esse poderia ter imensas implicações econômicas.

A despeito de mais de quatro décadas de experiências com inteligência artificial, os cientistas realizaram progressos apenas modestos, até agora, na construção de máquinas capazes de compreender linguagens e interagir com seres humanos.

A disputa proposta representa um esforço, da parte da IBM, para provar que seus pesquisadores são capazes de realizar significativos avanços técnicos ao enfrentar “grandes desafios”, como a incursão anterior da empresa no mundo do xadrez. O novo projeto se baseia em três anos de trabalho por uma equipe de pesquisa que cresceu até que abarque 20 especialistas em campos como o processamento natural de linguagem, aprendizagem mecânica e recuperação de informações.

Para saber mais clique aqui

Fonte: Terra

See ya!!!


Responses

  1. Muito bom.

    Embora esse novo mundo que desponta da interação cada vez mais próx. entre homens e máquinas cause bastante apreensão, é mesmo de se crer que, á essas alturas do campeonato já n tem mais retorno… Ou seja, por mais perigoso que isto seja (incluindo-se aí tb o vasto mundo da nanotecnologia) Mais cedo ou mais tarde e, finalmente, seremos todos uma coisa só.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: